Vamos falar sobre medicina?

Num bate-papo com os médicos Euro Palomba, urologista do Hospital Sírio Libanês, e Marcos Fernandes, formado pela USP e com MBA em gestão de saúde pela FGV, alunos da 3.a série do Ensino Médio puderam descobrir mais sobre como é ser um profissional da medicina.

Doutores Marcos Fernandes e Euro Palomba

Doutores Marcos Fernandes e Euro Palomba

​No encontro, os médicos contaram um pouco sobre o dia-a-dia da profissão, além de conversarem com os alunos acerca de suas dúvidas, expectativas para o curso e possibilidades acadêmicas.

medicina1

​“A proposta era uma forte interação entre os médicos e os jovens”, contou Cláudio Pinheiro, Coordenador de Processos de Avaliação Acadêmica, que organizou o evento. “Também queríamos engajar os alunos, estimulando o empenho nos estudos”, completou ele.

medicina3

​“Os médicos mostraram que cada um tem seu caminho e seu próprio tempo. Ver que trajetórias tão diferentes tiveram o mesmo nível de excelência trouxe um alívio”, contou a aluna Gabriela Verçosa, da 3.a série do Ensino Médio. Ela ainda destaca que pôde tirar várias dúvidas com um dos profissionais sobre estudar no exterior.

​Além disso, durante o encontro, Cláudio e o Coordenador de Ciências da Natureza e Química, José Ricardo Almeida, mediaram a conversa apresentando informações sobre os vestibulares de medicina.

​Esse foi o primeiro encontro de um ciclo de debates sobre profissões que, em outros eventos, trará conversas sobre outras possibilidades de carreira como direito, engenharia, comunicação, arquitetura e outras.

“Bixos” voltam ao Band!

Ao lado de amigos e professores, alunos formados em 2017 retornaram ao Band para comemorar as aprovações nas faculdades num dia repleto de alegria.

IMG_4946

Com os rostos pintados e alegria contagiante, os alunos tomaram conta da sala dos professores, onde puderam compartilhar suas conquistas com aqueles que os apoiaram durante suas trajetórias.

IMG_4967

O aluno Adriano Adoni, aprovado em economia na “Wharton School of the University of Pennsylvania”, nos Estados Unidos, veio ao Colégio celebrar com os amigos e professores que marcaram seus anos na escola. “Foi ótimo! Acho que o Band foi uma preparação não só para a faculdade, mas também para vida. Mesmo saindo do país, vou levar comigo as amizades e as experiências que tive aqui para sempre”, completou ele.

IMG_4974

A Diretora Pedagógica, Mayra Ivanoff, conta que o dia foi cheio de orgulho e reconhecimento. “O professor vê o aluno crescer e, de uma forma ou de outra, enxerga isso tudo como uma vitória própria também. É um marco na vida de cada estudante”, ressaltou ela.

IMG_4900

Aprovada na Faculdade de Ciências Farmacêutica da Universidade de São Paulo, a aluna Júlia Oliveira revela que o encontro foi uma oportunidade para agradecer os professores. “Fiquei muito feliz de poder compartilhar minha alegria com professores queridos que me ajudaram tanto”, concluiu ela.

Confira a galeria de fotos aqui.

Aluna é 1.o lugar na FGV

Depois de um ano repleto de esforço, os tão esperados resultados de vestibular começam a chegar. Um deles foi o da aluna Isabella Goldman, formada em 2017, que conquistou o 1.o lugar no curso de administração na Fundação Getúlio Vargas. Além dela, até agora já foram 16 aprovados nos quatro cursos da faculdade.

isabella

“Mais do que qualquer coisa, o meu resultado refletiu meu desempenho ao longo de todo Ensino Médio. Saber que fui capaz disso é um estímulo para que me dedique em tudo que faça. Durante meus anos no Band, aprendi a estudar, valorizar as aulas, escutar os professores e ter em mente que precisava me dedicar para alcançar bons resultados”, contou Isabella.

Tradicionalmente, o Band sempre obteve bons resultados no vestibular da FGV. Isso porque há uma série de iniciativas do Colégio com a ideia de preparar os alunos para as diferentes provas da Fundação que, dependendo do curso, envolvem cartas, entrevistas e debates.

Para o curso de administração, onde é necessário que o aluno escreva uma carta contando o porquê gostaria de fazer o curso, os estudantes foram orientados a serem autênticos no conteúdo e, para garantir a redação, tiveram ajuda da equipe de Língua Portuguesa.

Uma palestra com Nelson Barth, aluno formado no Colégio, professor e ex-coordenador do curso de administração da FGV, também ajudou a todos na preparação para o vestibular e a conhecer mais sobre o curso.

Já para quem quis seguir no Direito, houve simulações de debates em que os alunos puderam ter um gostinho de como seria a prova e receber conselhos do que fazer e do que não fazer. A dinâmica foi ministrada por Carolina Stampone, aluna formada em 2015 e atual estudante de direito, e por uma gama de professores do Colégio.

Além disso, uma aula de Matemática focada no vestibular da FGV reuniu estudantes interessados em todos os cursos.

O Coordenador de Processos de Avaliação Acadêmica, Cláudio Pinheiro, conta que os estudantes são orientados de forma individual. “Houve um estímulo para que os alunos buscassem faculdades de excelência na área de negócios”, contou ele. Cláudio ainda garante que, para esse ano, a orientação para o vestibular da FGV será ampliada e intensificada, visando auxiliar cada vez mais alunos.

Pelo alto número de aprovados, Band recebe placa da FGV Direito.

Desde 2006, a FGV Direito premia com uma placa as três escolas que mais aprovaram no vestibular. Esse ano, o Colégio foi contemplado com o prêmio e, além disso, ficou em 1.o lugar, tendo o maior número de aprovações. Das 13 edições, a escola recebeu a placa 12 vezes.

placagv

Mauro de Salles Aguiar recebe a placa da Marina Feferbaum (FGV Direito)

Houve um evento na FGV no qual o Diretor Presidente do Band, Mauro de Salles Aguiar, acompanhado do Coordenador de Relações Institucionais, Marketing e Cultural, Ricardo Aguirre, e do Coordenador de Processos de Avaliação Acadêmica, Cláudio Pinheiro, recebeu a placa.

IMG_1939

“Resultados como esse são muito importantes, é muito gratificante. A FGV é uma instituição extremamente respeitada”, comentou Mauro. O Diretor ainda ressaltou que o vestibular do curso de Direito é diferente, com prova oral e em grupos. “O Colégio também se sai bem em exames diferentes, onde a capacidade de trabalhar em equipe e o repertório dos alunos são testados”, concluiu ele.

Entrevistas e debates: prepare-se para o vestibular do Insper e FGV

Tendência mundial, cada vez mais os exames admissionais (vestibulares) estão inovando na forma como selecionam os alunos. Por meio de dinâmicas em grupo e entrevistas, por exemplo, é possível identificar características que vão além do conteúdo. O Band segue essa tendência e por isso realizou simulações das provas da Fundação Getúlio Vargas (FGV) e do Insper.

IMG_2194

As aulas foram organizadas pelo Coordenador de Processos de Avaliação Acadêmica, Cláudio Pinheiro, e acompanhadas pela Coordenadora de Língua Portuguesa, Susana Vaz,  pelo Coordenador de Artes, Filosofia e Sociologia, Régis Lima, pelo professor de Geografia, João Paciello, e pela professora de Língua Portuguesa, Eneida de Castro.

IMG_2201

Cada simulação seguiu a linha de prova da instituição que os alunos tinham interesse, mas em ambas o debate foi o centro das atenções. Dessa forma, eram dados temas das mais diversas áreas e os estudantes deveriam expor seus argumentos e opiniões com base no próprio repertório. Depois, os professores deram um feedback coletivo e individual, identificando os acertos e os pontos a serem melhorados.

A Coordenadora Susana conta que a simulação ajuda principalmente a dar segurança para os alunos, já que é um novo formato de prova. “A situação é diferente mas acho que eles perceberam que, na verdade, estão muito preparados com todo o repertório da escola”, disse ela.

Para a prova da FGV, houve a participação de Carolina Stampone, aluna formada em 2015 e atual estudante da Faculdade de Direito da USP. Ela ministrou a dinâmica da qual participou em seu ano de vestibular no Band.

Em 2017 foi a primeira vez que houve uma simulação da prova do Insper. Para isso, o Coordenador Cláudio participou de uma preparação na própria faculdade, para preparar melhor as atividades no Band.

Interessado em estudar engenharia no Insper, o estudante Gabriel Lima, da 3.a série do Ensino Médio, conta que é tranquilizante ter uma ideia de como será a prova. “Foi uma experiência muito boa, me ajudou a desenvolver habilidades importantes como elaborar ideias sobre um assunto que nunca tinha pensado antes”, contou.

“É uma avaliação baseada nas competências socioemocionais. Vejo isso com felicidade porque se respeita todas as habilidades do aluno. As mudanças pedagógicas dentro do Bandeirantes, como o STEAM, por exemplo, caminham para isto porque visam o desenvolvimento da argumentação, empatia e respeito ao outro”, concluiu Cláudio.

De aluno para aluno: visita à USP

Dando combustível para a reta final dos vestibulares, alunos da 3.a série do Ensino Médio conheceram faculdades da Universidade de São Paulo de um jeito especial: por alunos formados no Band que atualmente estudam na USP.

20171106_144313

Organizadas pelo Coordenador de Processos de Avaliação Acadêmica, Cláudio Pinheiro, as visitas reuniram cerca de 75 alunos, acompanhados por Cláudio, Eneida de Castro, professora de Língua Portuguesa, Luísa Santos, estagiária de Geografia e Cristina Rebello, da Orientação Profissional.

20171106_154118

Em diferentes dias, os alunos visitaram a Escola Politécnica, a Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Faculdade de Economia e Administração, Faculdade de Medicina e a Faculdade de Direito. Em cada uma os estudantes que fizeram Band deram dicas, tiraram dúvidas e mostraram um lado diferente do lugar onde estudam.

“Pelo fato dos alunos que apresentaram também terem estudado no Band, todos se identificaram muito. Ficou a sensação de que se eles conseguiram, os que estão prestando agora também conseguirão”, comentou Cláudio.

“As alunas me mostraram a experiência de fora da sala. Foi enriquecedor estar lá, vi a Faculdade de Direito com outros olhos, se tornou um objetivo”, disse a aluna Maria Laura Preuss, da 3.a série do Ensino Médio.

A ideia surgiu a partir das visitas de futuros pais e alunos ao Colégio, organizadas pelo Departamento Cultural, nas quais alunos já formados apresentam o Band, contando para os visitantes suas próprias experiências durante a época da escola. Da mesma forma, ao visitar as faculdades os alunos tiveram contato com experiências reais de pessoas que passaram pela mesma situação.

“Foi muito gratificante para mim apresentar minha faculdade. É importante conhecer diferentes pontos do lugar que te interessa, pode fazer a diferença na escolha”, disse Carolina Stampone, formada no Band em 2015 e atual estudante de Direito na Faculdade de Direito da USP.

Devido ao sucesso das visitas, Cláudio garante que, para 2018, a oportunidade será oferecida novamente ainda no 1.o semestre, contando com outras instituições. Assim, além de motivar, a visita vai  ajudar os alunos a escolher uma carreira.

Alunas na Oracle

Alunas do Ensino Médio foram convidadas pela empresa Oracle para um evento criado por mulheres para aumentar a participação feminina na área da tecnologia. Lá, as estudantes participaram de uma palestra na qual mulheres compartilharam suas carreiras. Além disso, houve uma conversa com o presidente da Oracle na América Latina, Luiz Meisler.

WhatsApp Image 2017-05-16 at 10.47.45

Hoje apenas 21% das vagas em Ciências da Computação no Brasil são ocupadas por mulheres. Isso porque um dos pensamentos que cercam o ramo da tecnologia é o estereótipo de que esse espaço é exclusivo dos homens. Assim, o evento foi desenvolvido exatamente para romper com essas ideias e mostrar que a mulher pode trabalhar nessa área que, de acordo com as estimativas, somará 1,4 milhão de vagas de emprego nos próximos anos.

WhatsApp Image 2017-05-16 at 10.46.02

“Eu gostei muito de ter entrado em contato com o curso de Ciências da Computação porque é uma carreira com um grande leque de oportunidades que eu nunca havia cogitado seguir”, disse a aluna da 1.a série do Ensino Médio, Amanda Colucci.

WhatsApp Image 2017-05-16 at 10.47.35

Além disso, as meninas puderam conhecer, a partir da conversa com as profissionais, diferentes formas de trabalhar com Ciências da Computação. Um exemplo disso é a possibilidade de inserir a tecnologia em projetos relacionados a outras áreas do conhecimento, como a música.

WhatsApp Image 2017-05-16 at 10.46.03 (1)

“Pude conhecer mais sobre tecnologia e quebrar todos os preconceitos que eu tinha em relação a área de Ciências da Computação” disse Gabriela Lopes, da 3.a série do Ensino Médio.

Alunos vivenciam a rotina do escritório de advocacia Mattos Filho

Para vivenciar a rotina de um profissional da área do Direito, os alunos da 3.a série do Ensino Médio visitaram o escritório de advocacia Mattos Filho. Lá, os estudantes interessados na carreira participaram de palestras e conversaram com profissionais que estudaram no Band. Uma delas foi Juliana Gebara de Sene, advogada de propriedade intelectual, que proporcionou e organizou a visita dos alunos ao escritório. Além dela, também estiveram presentes Jean Arakawa, sócio da empresa que atua nas áreas de mercado de capital e meios de pagamento, e o estagiário Carlos Herculano Cubillas.

“O processo de escolha de carreira nunca é fácil e a visita a Mattos Filho serviu justamente para aproximar o aluno da vida real de um advogado. Esse contato é muito importante porque existem detalhes de cada profissão que apenas os profissionais da área conhecem e que podem influenciar na escolha dos estudantes”, explicou Cláudio Pinheiro, Coordenador de Processos de Avaliação Acadêmica.

A visita faz parte  do projeto de reestruturação do Departamento de Orientação Profissional e para os Vestibulares. Por meio dele, os alunos conhecem cada carreira com um maior contato com profissionais do mercado, além de palestras com acadêmicos e universidades.

“Departamento de Orientação Profissional e para os Vestibulares” auxilia alunos do Ensino Médio

Com o intuito de auxiliar os alunos do Ensino Médio em suas escolhas, o Band reformulou o Departamento de Orientação Profissional e para os Vestibulares. Previamente, foi realizada uma pesquisa com os alunos do terceiro ano para saber quais as áreas de interesse.

op_vestibular1

João Paciello, Eneida Castro, Claudio Pinheiro, Vanessa Passarelli e Ricardo Aguirre

Com a atuação voltada para a orientação vocacional, profissional e vestibular, o Departamento conta com uma equipe especializada para atender os alunos.

O Colégio firmou parcerias com profissionais e institutos especializados em Orientação Vocacional que ajudarão no desenvolvimento do autoconhecimento a partir de testes e outros métodos.

A equipe de C.P.G (Convivência em Processo de Grupo) do Band contribuirá com o projeto. “Buscamos, a partir de dinâmicas desenvolvidas em sala de aula, aguçar o autoconhecimento, reconhecimento de habilidades e a reflexão sobre a importância das escolhas feitas. ”, pontuou Maria Estela Zanini, Coordenadora de C.P.G.

Depois de decidida a área de atuação, Claudio Pinheiro (Coordenador de Processos de Avaliação Acadêmica), Eneida Castro (professora de Português), João Paciello (professor de Geografia), Ricardo Aguirre (Coordenador do Departamento de Relações Institucionais, Marketing e Cultural) e Vanessa Passarelli (Orientadora Educacional do 1o ano) terão a missão de ajudar o estudante na escolha da carreira.

“O propósito é oferecer informações confiáveis para que os estudantes façam as escolhas com fundamento. Para tanto, o aluno terá acesso a uma lista de sites, livros e revistas para consulta, calendário dos vestibulares e do ENEM, palestras informativas sobre processos seletivos, visitas às Faculdades, palestras com profissionais de mercado e bate-papos com alunos que estudaram no Band.”, explicou Claudio Pinheiro.

Os atendimentos serão realizados individualmente ou em grupos pequenos. Está esperando o quê? Agende com nossa equipe.

Agendamento: 5087 3542/3544 ou orientacaoprofissional@colband.com.br