Faculdade de Medicina do Einstein realiza palestra no Band

Júlio César Monte, um dos coordenadores da Faculdade de Medicina do Hospital Israelita Albert Einstein, veio ao Band conversar com alunos, pais e coordenadores. Na palestra, ele explicou como vai funcionar a graduação que abre a primeira turma em 2016.

palestra_einstein_1

Durante o período em que esteve no Colégio, o Coordenador contou sobre como será a metodologia de ensino do Einstein, que se diferencia de outras instituições tradicionais. A proposta é que os estudantes tenham responsabilidade social e experiência prática ao longo da formação.

palestra_einstein_2

Segundo Júlio César, a faculdade terá um conteúdo integrado e contextualizado. Deste modo, a carga horária será direcionada para que o aluno divida o tempo em sala de aula com estudo, pesquisa e discussões. Também haverá disciplinas de Humanas para compor um currículo que vai além da grade específica da carreira.

palestra_einstein_3

O palestrante ainda falou sobre o vestibular, que será realizado em duas fases. A 1.a será uma prova elaborada pela PUCSP exclusivamente para o Einstein. Já a 2.a fase será composta por dinâmicas de grupo e entrevistas baseadas na solução de situações problema, modelo inspirado em universidades americanas, canadenses e europeias.

“Foi extremamente importante recebê-lo aqui no Colégio. O curso do Einstein tem grandes chances de, em um curtíssimo espaço de tempo, ser um diferencial para os vestibulandos de Medicina”, declarou Roberto Nasser, Coordenador de História, Vestibular e Orientação Profissional. “É um marco histórico, seria muito interessante ter alunos do Band na primeira turma da faculdade. Faz parte da filosofia do Colégio de oferecer aos pais e alunos o que há de melhor”, completou.

Bandeirantes ocupa colocações de destaque no ENEM 2014 por porte e melhores notas

Saíram nesta quarta feira, 5, os rankings do ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio) 2014 de acordo com o INEP. Quando levados em consideração o porte da escola e as 30 melhores notas do colégio, o Bandeirantes atingiu as primeiras colocações.

ENEM_LOGO2

Em relação a quantidade de alunos, o Band está entre as três melhores escolas privadas de São Paulo com mais de 90 alunos participantes na prova. Feito extraordinário, considerando os 463 estudantes do Bandeirantes que fizeram a prova em contrapartida com os 238 e 134 alunos das escolas que estão em 1.o e 2.o lugar.

Já em comparação com as 30 melhores notas por Colégio, o Bandeirantes fica com a 1.a colocação da cidade em três das cinco divisões da prova: Matemática, Ciências Humanas e Ciências da Natureza. E ainda alcança o 2.o lugar em Linguagens e Códigos e 4.o em Redação.

O sucesso é resultado do modelo de ensino do Bandeirantes, que prepara os alunos para a vida, respeitando suas individualidades, com o apoio da mais moderna tecnologia e método pedagógico suficientemente forte e exigente, transmitido por um corpo docente altamente qualificado. “Preparamos nossos alunos para qualquer que sejam suas realizações, dando autonomia para exercitarem seus talentos”, declarou o Diretor Presidente, Mauro de Salles Aguiar.

Novos desafios para futuros médicos

Com um número elevado de candidatos, uma pequena quantidade de vagas e uma grande preparação dos concorrentes, o vestibular de Medicina apresenta sempre notas de corte altas e médias finais elevadas. A adoção de ações afirmativas pelas Faculdades Públicas também muda o cenário de concorrência para as vagas.

vestibular_medicina

Como a carreira mais procurada nas principais universidades, a relação de candidatos por vaga chega até a 216 por uma. Na UNIFESP, por exemplo, há cerca de 15.000 aplicantes para só 75 vagas são destinadas a alunos egressos de escola particular. Já na UNESP (Botucatu), são 67 selecionados entre os 20.000 vestibulandos.

Ainda assim, 22 estudantes formados em 2014 foram aprovados em Medicina. “O que eu acho que o mais importante foi resolver provas passadas dos vestibulares que eu ia prestar, isso além de nortear os tópicos mais importantes para estudos. Estar familiarizado com as provas de cada vestibular ajuda muito”, afirmou Maria Beatriz Dias, aprovada na UNICAMP. “Ter passado foi a maior conquista da minha vida e a sensação de ter passado foi maravilhosa, é até difícil de explicar!”, completou.

“É preciso ser muito bom para entrar em um Medicina hoje. Qualquer aluno que consegue ser aprovado merece todos os elogios que possam ser feitos”, declarou Roberto Nasser, coordenador de História, Vestibular e Orientação Profissional.

Coordenadores propõem organização de estudos

Iniciativa dos coordenadores Bete Rosa (Laboratório de Química), Therezinha Digiulio (Orientação Educacional), Juvenal Schalch (Biologia) e Roberto Nasser (História e Orientação Profissional) e do Sub Coordenador Carlos Alberto De Simone (Educação Física) propõe uma organização de estudos personalizada para alunos da 3.a série. O objetivo é prepará-los para um melhor ano letivo e para o exame vestibular.

estudos1

Realizado há 5 anos no Colégio, o projeto consiste na elaboração de um cronograma de estudos baseado nas atividades específicas e nas preferências de cada aluno. “O grupo foi criado para ajudar os alunos que acompanham bem o Bandeirantes mas têm dificuldade de organização nos estudos”, explicou Bete Rosa.

estudos2

O estudante preenche uma grade horária com todas as atividades realizadas, incluindo aulas do currículo escolar, cursos extras e compromissos fixos durante a semana, assim, o tempo para o estudo é colocado de acordo com a disponibilidade do aluno. A quantidade de horas dedicada a cada disciplina tem como base o vestibular que cada um pretende prestar e as dificuldades com determinada matéria.

estudos_perso1

Também, o modo como o cronograma é montado permite flexibilidade caso algum imprevisto ocorra durante a semana. Além disso, é dada a devida importância para o tempo de descanso do aluno, para que o horário de estudo seja o mais produtivo possível. “Nós nos baseamos em uma pesquisa sobre o tempo de concentração do estudante, que prova que após 50 minutos o cérebro vai perdendo a atenção. Por isso, fazemos um máximo de 2 horas para uma disciplina”, completou a coordenadora de Laboratório de Química.

estudos_perso2

“Ter esse acompanhamento durante o meu terceiro ano me ajudou muito. Eu tinha uma carga muito grande conteúdo para estudar e apostilas para completar. Traçar metas semanais me ajudou muito a querer me superar e alcançar os meus objetivos”, declarou Juliana Reimberg, que participou do programa no ano passado.

Aluno é aprovado no ITA

O aluno Dimitri Assumpção Scripnic, formado em 2014, foi aprovado no Vestibular do ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica) e começará a cursar Engenharia Aeroespacial no início deste ano.

dimitri3Para chegar a esta conquista, ele contou que é essencial manter a organização nos horários e diz que ter um plano de metas o ajudou muito a ficar focado nos estudos e continuar motivado para alcançar seu objetivo maior, que era a aprovação.

Ele acrescentou também que o embasamento obtido no Bandeirantes e as redações lhe ajudaram a conquistar o seu objetivo. Além disso, a capacitação e a atenção dos professores foi destacada por ele como ponto crucial para a sua aprovação.

dimitri2Dimitri também ressaltou a importância de equilibrar os estudos com outras atividades que proporcionem um desenvolvimento mental, como no seu caso foi o kung fu.  “Eu cresci muito como pessoa por causa disso, e devo parte da minha conquista a ter aprendido ser kung fu no ambiente acadêmico também”, relatou.

O estudante espera que o curso seja de alta qualidade e que não apenas lhe de as bases para se tornar um bom profissional, como também lhe garanta valores éticos e empreendedores.

Calouros retornam ao Band

Após o resultado da esperada lista da FUVEST, nossos alunos voltaram ao Band para comemorar com os professores as aprovações conquistadas. Na manhã do segundo dia de aula do Colégio, os Bixos, com os rostos pintados com as respectivas faculdades cumprimentaram os professores num alegre reencontro.

bixos_2015_1_1

Além da FUVEST, diversos alunos também aprovados em faculdades federais e particulares participaram da festa, emocionados com os resultados. “Temos um carinho muito especial pelos professores, por isso é muito especial vê-los com tanto orgulho. É muito gratificante”, explicou a aluna Mariana Slhessarenko, aprovada na Faculdade de Direito da USP.

bixos_2015_5

André Lacerda, recém aprovado na Escola Politécnica da USP, afirmou que foi ótimo ter reencontrado amigos e professores neste dia de comemoração. “Nas horas que eu já não aguentava mais estudar, sempre tinha alguém pra me fazer continuar focado. Eu fiquei muito contente em ter voltado pra ver todo mundo”, contou.

bixos_2015_2

Marina Avello, formada em 2014, irá cursar Artes Plásticas na USP e Moda na Faculdade Santa Marcelina. “Estamos aqui para comemorar com quem ajudou a gente a chegar onde chegamos e porque também estamos com saudades deles”, comentou Marina.

bixos_2015_3

A aluna Luiza Moretti contou que os docentes são um dos principais agentes de suas aprovações. “Foram eles que nos ajudaram a enfrentar desafios e nos apoiaram nos momentos em que pensávamos em desistir e sou muito grata por tudo isso”, disse emocionada, aprovada em Direito na PUC.

bixos_2015_6O Band parabeniza os seus alunos pelas conquistas alcançadas!
Confira a galeria de imagens clicando aqui.

Uma década de homenagens na GV Direito

Pelo décimo ano consecutivo, o Band recebeu homenagem pelo desempenho dos alunos no vestibular da DIREITO GV, sendo a única escola presente em todas as homenagens. Em 2014 e 2015, foi a escola que mais aprovou alunos.

_MGL3038

Mauro de Salles Aguiar e Ary Oswaldo Mattos Filho

Para receber a placa de reconhecimento, o Diretor-Presidente Mauro de Salles Aguiar, a Gerente de Planejamento Estratégico Helena de Salles Aguiar e o Coordenador do Departamento Relações Institucionais, Marketing e Cultural Ricardo P. Aguirre compareceram à cerimônia.

_MGL2824

Diretor da GV Direito Oscar Vilhena Vieira

Durante o processo de seleção, é exigido dos candidatos um bom desempenho em expressão, argumentação, trabalho em equipe e conhecimento em Artes. Dessa forma, o método da seleção torna-se diferenciado de diversos vestibulares, avaliando outras habilidades dos vestibulandos.

placa_gv_

O aluno aprovado na GV Direito pode, sem necessidade de realizar vestibular, obter duplo diploma em Economia ou Administração na Fundação Getúlio Vargas.

_MGL2773

Durante o evento foi apresentado o programa Endowment DIREITO GV, que gera recursos para oferecer bolsas a alunos cuja situação socioeconômica seja uma barreira para os estudos.

Confira a galeria de imagens com todas as placas clicando aqui.

Víctor Domene é aprovado nas principais universidades dos EUA

O aluno Víctor Domene, formado em 2013, diz sonhar, desde criança, em estudar fora do país. Fruto de seu esforço, ele  foi aprovado em 5 renomadas universidades americanas: Harvard, Yale, Columbia, Princeton e Duke. No momento, enfrenta a difícil decisão de qual irá cursar  – uma resposta que terá que obter até maio.

victor_domene_3

“Primeiro, irei analisar as ofertas de bolsa de cada universidade, a localização, a qualidade dos cursos que pretendo fazer em cada instituição e, por fim, a possibilidade de construir um “network” desde o início da faculdade”, explica Victor sobre seus critérios de escolha sobre onde vai cursar Ciência da Computação e Economia.

O estudante acredita o Bandeirantes foi um fator determinante em suas aprovações. “Fazer o SAT no mesmo lugar onde fiz tantas provas bimestrais e avaliações especiais e simulados é, simplesmente, o melhor cenário que eu poderia ter pedido. Já conhecia o ambiente e isto me deu mais confiança”, conta.

“Acredito que o Bandeirantes tenha me preparado academicamente para enfrentar toda a carga de matéria em qualquer universidade do mundo. Mas mais do que isso, acredito que o que mais aprendi no Colégio foi a lidar com a diversidade de pessoas, de culturas e, principalmente, de ideias, o que será imprescindível nos EUA”, completa.

Víctor ressalta que “estudar nos EUA vai ser uma experiência incrível. Conhecer novas culturas, encontrar as pessoas mais bem capacitadas ao redor do mundo e viver nos maiores centros urbanos vai, com certeza, influenciar o resto da minha carreira e da minha vida.”

Ele disse achar fundamental a rede de parceiros que o auxiliou nessa conquista e no processo de application. “O Band, a Fundação Estudar, o EducationUSA, o grupo BSCUE no Facebook e os mentores de Harvard do projeto MLab me ajudaram em todas as etapas do processo, que incluiu inúmeras redações, provas, formulários, cartas de recomendação e até mesmo um detalhado histórico escolar”, finaliza.

Confira a reportagem do G1 acerca das conquistas de Victor.

Aluno é destaque na Poli, UFSCar e ITA

Giancarlo Ferrigno, formado em 2013, obteve um sucesso marcante em sua fase de vestibular, alcançando o 1.o, 7.o e 10.o lugares nas provas da Poli, da UFSCar e do ITA, respectivamente.

giancarlo

Os cursos escolhidos pelo aluno além de figurarem entre os mais concorridos das respectivas instituições, também exigem do candidato um preparo mais aprofundado principalmente na área de Exatas e Biológicas. O vestibular da FUVEST, utilizado pela Poli, contou em 2014 com 13.500 inscritos nas carreiras de Engenharia. Já no processo seletivo da UFSCar, incluso no Enem, apesar de possuir um número menor de candidatos em relação à Fuvest (6.903), tem uma relação candidato/vaga bastante expressiva, contando com mais de 170 concorrentes por uma única vaga no curso de Medicina.

O vestibular do ITA, onde o aluno cursará Engenharia Eletrônica nos próximos anos, conta com a maior relação candidato/vaga, chegando a impressionantes 844 concorrentes. Além disso, as provas do processo seletivo da instituição são conhecidas por exigirem um maior preparo do aluno, principalmente, nas disciplinas de Matemática e Física.

“Foi fundamental para a minha preparação, sem dúvida alguma, conhecer o estilo de cada prova”, comenta Gian. Além da preparação específica de sua área, o aluno ressalta a necessidade de prática da redação: “É necessário prestar atenção à redação, e o Laboratório [de Redação] pode ajudar muito nisso; sempre tentei experimentar muito, tentar descobrir argumentos mais “filosóficos” para os diversos temas, porque isso faz uma grande diferença na hora da correção”, explicou.

Orgulho da missão cumprida

O Bandeirantes tem recebido diversos e-mails de ex-alunos agradecendo o apoio nas conquistas e colocações em universidades nacionais e estrangeiras.
Tal fato propicia à instituição uma sensação de dever cumprido no principal objetivo que lhe é conferido: educar.

agradecimentos_1

É importante salientar que, em meio a um sentimento de orgulho, o Bandeirantes tem consciência de que o maior mérito por todas as conquistas é de cada estudante. Cabe ao Colégio agradecer a cada um pela demonstração de afeto e retribuir a gratidão em tê-los tido como alunos.

agradecimentos_2

A Universidade de Stanford (Califórnia), em particular, ofereceu ao formando Idel Waisberg, colocado entre os 5% com melhores notas na turma, a chance de convidar para a cerimônia de formatura um professor que tenha tido forte influência na sua formação; o estudante então chamou o coordenador do Departamento de Língua Inglesa e Assuntos Internacionais Olavo Amorim para esta celebração.

Confira, abaixo, alguns dos e-mails enviados por pais e ex-alunos ao Colégio:

Idel Waisberg
Engineering (Stanford)

“There are many teachers at Bandeirantes I feel indebted to, directly or indirectly, for my overall academic career. Since I am limited to inviting only one, I felt it appropriate that he be you, given your position as Director of International Affairs, your direct and indirect role in my application for international universities and your overall support”.

Isabela Albertini Yagi
Direito (PUC)

“Prof. Osmar, só tenho a agradecer o Bandeirantes e toda a sua equipe pelos  sete anos que me formaram não só academicamente, mas também como pessoa. Desde o começo me senti em casa, e o apoio dado pelos professores e coordenadores no colegial foram essenciais… Mais uma vez, quero agradecer toda a equipe do Colégio (principalmente a de Geografia!) pela excelência no ensino que marcou minha vida. E obrigada ao senhor, professor, pelo apoio aos vestibulandos!​”.

Danilo S. Pacheco
Engenharia Civil (Poli – USP)

“Osmar,
em primeiro lugar gostaria de agradecer intensamente pelo apoio do senhor, dos professores e dos funcionários , pois a meu ver o Colégio mudou profundamente o meu modo de pensar e meus objetivos de vida – fato que agradeço mais do que a aprovação numa das melhores faculdades do país. Toda essa mudança de valores, crenças e objetivos se deu pela valorização que o Bandeirantes tem pela meritocracia e a autonomia – realmente são esses dois aspectos peculiares do colégio que o fez ser tão importante e marcante na minha vida. Espero que o Bandeirantes não perca nunca esses valores, principalmente o meritocrático… Essa parte é para esclarecer para os bandeirantinos como eu, que nunca foram nenhum gênio, muito menos bons alunos e aplicados, que é sim possível entrar na mais renomada faculdade da América Latina com vontade, determinação e consciência. Nunca desistam de seus sonhos, por mais distantes, improváveis e difíceis que pareçam, pois no final vale a pena, isso eu garanto para vocês por experiência própria. Nunca deixem de sonhar, essa foi uma lição de vida que o Colégio passou para mim e que eu gostaria de passar para vocês”.

Bruno Akira Koba Sato
Engenharia de Produção (Poli – USP)

“Olá Prof. Osmar!
Lembro-me que no início de 2013, fui falar com o senhor sobre a minha desejada carreira (Engenharia de Produção na Poli) e sobre dicas para conseguir um bom desempenho na FUVEST. O senhor olhou minhas estatísticas como treineiro, e me deu algumas orientaçõe​s para conseguir “domar” esse tão temido vestibular. Dentre os conselhos, estava um que eu não me esqueço: “foque em português”. Eu sempre fui bem, mas não imaginava que essa disciplina pudesse ter um peso tão grande na minha nota. Foi depois dessa conversa que eu passei a olhar português com outros olhos, um olhar crítico, desafiante, como se fosse algo a ser vencido e dominado. Eis que sai o resultado da FUVEST, e felizmente, consegui ser aceito em Engenharia de Produção na Poli!”.

Maria Goretti e Rubens, pais do ex-aluno Pedro Leo
Engenharia Mecânica (Poli – USP)

“…o Pedro Leo gostou muito de estudar no Bandeirantes, pelo ambiente, pelos ótimos professores, pelo material didático fascinante, e por tudo que é o Colégio Bandeirantes. Enfim, só temos elogios a fazer, e a certeza de que fizemos a melhor escolha para o futuro do nosso filho. Todos seremos eternamente gratos!”.

Flávia Barochel
Engenharia de Produção (Poli)

“O Bandeirantes foi muito mais do que uma ferramenta para meu sucesso no vestibular. Durante 7 anos, foi parte fundamental da minha vida acadêmica e social. Muito mais do que matemática e geografia, o Band me ensinou valores e fez com que eu aprendesse a pensar por mim mesma. Adquiri independência e maturidade e também fiz amigos que certamente carregarei para a vida. É imensurável a importância que o colégio teve em minha formação como aluna e pessoa. Preciso agradecer aos excelentes professores que me acompanham desde o sexto ano em 2007, alguns que se tornaram verdadeiros amigos.”